Chadwick Boseman recebe indicação póstuma ao Emmy

O ator Chadwick Boseman, morto aos 43 anos em agosto de 2020, em decorrência de um câncer do cólon, recebeu uma indicação póstuma ao Emmy. A Academia de Televisão anunciou os indicados ao prêmio máximo da TV americana nesta terça.

Elvis Presley: autópsia em segredo e 12 mil remédios, os mistérios que ainda cercam a morte do 'Rei do Rock'

'O avesso do avesso': livro expõe as contradições de Caetano Veloso

Boseman foi indicado na categoria Melhor Performance de Voz pelo desempenho como rei T'challa (o mesmo personagem do longa '`Pantera Negra') na série de animação “What If…?”, da Disney+ Marvel.

Concorrem na mesma categoria, a atriz Julie Andrews (Bridgerton), F. Murray Abraham (Moon Knight), Maya Rudolph (Big Mouth), Stanley Tucci (Central Park), Jessica Walter (Archer) e Jeffrey Wright (What If...?)

Mickey Rourke chama Tom Cruise de irrelevante: 'Fazendo a mesma porcaria há 35 anos'

Boseman já tinha recebido uma indicação póstuma no Oscar 2021 na categoria Melhor Ator, pelo papel de Leeve Green em "A voz suprema do Blues", cinebiografia da cantora Ma Rainey. Na ocasião, o ator britânico Anthony Hopkins levou o prêmio pelo papel no filme "Meu Pai".

A cerimônia de entrega do Emmy está marcada para 12 de setembro, em Los Angeles. As séries "Sucession" e "The White Lotus", ambas da HBO, e Ted Lasso, da Apple TV lideram a lista de indicações ao prêmio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos