Chamado de burro pela “primeira vez”, Marcos Pontes diz que Guedes deve “estar confuso”

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Brazilian Science and Technology Minister Marcos Pontes speaks during the launching of the Brazilian Waters Program in celebration of International Water Day at Planalto Palace in Brasilia, on March 22, 2021. (Photo by EVARISTO SA / AFP) (Photo by EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Marcos Pontes disse não se importar com ofensas de Paulo Guedes (Foto: Evaristo Sá/AFP via Getty Images)
  • Marcos Pontes disse que nunca havia sido chamado de burro e afirmou que Guedes devia estar "confuso"

  • Ministro da Ciência e Tecnologia reforçou a importância do trabalho em equipe e disse não se importar com as ofensas

  • Paulo Guedes chamou Marcos Pontes de Burro em encontro com a Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara

O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, afirmou que nunca havia sido chamado de burro, até as falas de Paulo Guedes durante o encontro com deputados da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara.

Sobre as falas do PG [Paulo Guedes], não tem muito o que comentar. A parte engraçada é que já fui chamado de muita coisa, mas de burro é a primeira vez”, disse Pontes em nota enviada à coluna Painel, da Folha de S. Paulo. "Ele está em um momento difícil e deve estar meio confuso para expressar suas ideias. Não seria a primeira vez que ele foi mal interpretado em suas falas."

Marcos Pontes afirmou que “não tem qualquer problema” na declaração de Guedes. “Eu não me preocupo com esse tipo de coisa há algumas décadas. Como diria meu saudoso professor de Química do ITA, Dr. Carl Weis: ‘Isso não me comove…’”

O ministro da Ciência e Tecnologia pediu ainda que se lembre que “astronautas e pilotos de combate são profissionais altamente treinados para trabalhar em equipe, mesmo em situações extremas de vida ou morte”. “Para uma equipe ser eficiente, é necessário, entre outras coisas, compreensão, respeito mútuo e confiança entre todos os membros.”

Ainda sobre trabalho em equipe, Marcos Pontes disse: “Às vezes, voando em formação, um piloto comete um erro e "dá uma asada" para cima de você. Você desvia, corrige e continua o voo para cumprir a missão da equipe. Todas as pessoas cometem erros, faz parte da natureza humana. Uma boa equipe sabe como absorver isso e compensar.”

Paulo Guedes chamou ministro Marcos Pontes de burro

O ministro da Economia, Paulo Guedes, criticou colegas de governo e chegou a chamar o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, de "burro". As informações são do jornal Folha de São Paulo.

Em reunião sobre a retirada de R$600 milhões da pasta comandada por Pontes, Guedes afirmou ainda que o que falta no país na verdade é gestão e não dinheiro. O ministro comentou ainda que "às vezes, eu mesmo me pergunto o que estou fazendo aqui".

Ainda ao falar sobre a falta de gestão correta dos recursos, na avaliação dele, ele disse que muitos ministros não executam a verba que já foi disponibilizada e os recursos acabam parados.

O encontro foi feito com integrantes da comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara formada por deputados da base e da oposição.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos