Chamado de ‘garotinho’, Leite rebate Arthur Virgílio: 'preconceito absurdo com juventude'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), rebateu os comentários do colega de partido e ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio a respeito de sua idade. Após ser chamado de “garotinho” pelo correligionário, com quem disputa as prévias da legenda para ser candidato à Presidência, Leite, de 36 anos, disse que não vai aceitar que o coloquem como incapaz por causa da idade.

— Quero fazer a diferença no meu país e não vou aceitar que me coloquem como incapaz por causa da minha idade. É um preconceito absurdo com a juventude. Quando o Arthur Virgílio me ataca dessa forma, não ataca apenas a mim. Ataca uma geração, ataca os jovens do Brasil. Eu não vou deixar que ele ataque a juventude tratando a qualquer pessoa pela sua idade como incapaz — disse Leite, em vídeo compartilhado no Whatsapp.

Os ânimos entre os dois pré-candidatos do PSDB aqueceram após problemas com o aplicativo de votação das prévias, que causou o adiamento do pleito, no qual também concorre o governador de São Paulo, João Doria.

Em entrevista ao apresentador José Luiz Datena, Virgílio fez críticas à idade do concorrente gaúcho, à aliança de Leite com o deputado Aécio Neves e à empresa responsável pela votação nas prévias. O pleito foi feito através de um aplicativo desenvolvido pela Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). A eleição deveria ter sido encerrada no último domingo, mas, devido a uma falha no aplicativo, os filiados não conseguiram votar.

Na entrevista, Virgílio chamou Leite de “o mais velho menino jovem do PSDB” e disse que ele precisa se afastar de Aécio, a quem classificou como o principal “bolsonarizador” do partido, fazendo uma menção da proximidade do deputado com o presidente Jair Bolsonaro.

— Eu vou te dar uma definição do Eduardo Leite. O Eduardo é o mais velho menino jovem do PSDB. É impressionante como ele se contradiz — disse Virgílio, que também afirmou: — Aécio é o bolsonarizador do PSDB. Ele é o principal bolsonarizador do PSDB. Então, se o amigo dele, Bolsonaro, ganhar, ele pensa que pode voltar aos grandes tempos do dolce far niente na presidência da Casa — falou em referência ao período que Aécio foi presidente da Câmara, em 2001 e 2002.

Depois, Virgílio chamou Leite de “garotinho” e reforçou que o governador gaúcho deve se afastar de Aécio. Em seguida, disse que, caso não siga seu conselho, o deputado o levará para Tijuana, cidade mexicana conhecida por abrigar grandes carteis de drogas. Recentemente, o ex-prefeito de Manaus brincou que debateria com Aécio na cidade.

— Ainda tem tempo, Eduardo. Você é um menino, você é um garotinho. Então, na qualidade de garotinho, antes que você vire o Anthony Garotinho [ex-governador do Rio preso por corrupção], você se afaste do Aécio. Pelo amor de Deus. Senão, em vez de eu levá-lo para Tijuana para debatermos, ele vai te levar para Tijuana. Aí vai ser para outra coisa — disse.

Ainda em crítica a pouca idade de Leite, o ex-prefeito de Manaus relatou um suposto diálogo que teve com o adversário, em que teria brincado com a própria idade. Virgílio tem 76 anos.

— Eu estava falando de um fato histórico, e ele disse assim: “minha juventude não me permite dominar esse fato histórico”. Datena, eu disse para ele o seguinte: "olha, por mais que eu seja velho, eu posso te garantir e você tem que acreditar que eu não sou contemporâneo do Napoleão Bonaparte. Parece até que eu sou daquele tempo, não sou. E mais, se eu te disser que eu conheço bastante a história dos Ramsés, você vai achar que eu sou uma múmia”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos