Chanceler alemão diz à China que qualquer mudança em status quo de Taiwan deve ser pacífica

Chanceler da Alemanha, Olaf Scholz, ao lado do primeiro-ministro da China, Li Keqiang, durante visita a Pequim

PEQUIM (Reuters) - O chanceler da Alemanha, Olaf Scholz, disse que reafirmou durante sua viagem à China que a Alemanha defende uma política de "uma só China", ao mesmo tempo em que aborda as crescentes preocupações com a estabilidade e a paz na região.

"Deixei claro que qualquer mudança no status quo de Taiwan deve ser pacífica ou por acordo mútuo", disse Scholz em uma entrevista coletiva com o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, em Pequim, nesta sexta-feira.

(Reportagem de Miranda Murray e Kirsti Knolle)