Chanceler do México afirma que Cúpula das Américas traz 'resultados muito positivos'

O chanceler do México, Marcelo Ebrard, afirmou nesta sexta-feira (10) que houve resultados "muito positivos" na Cúpula das Américas, que chega ao fim ofuscada pela ausência do presidente Andrés Manuel López Obrador.

"Já temos alguns resultados da Cúpula que são muito positivos do nosso ponto de vista", disse Ebrard antes de se reunir com os titulares das Relações Exteriores de Estados Unidos e Canadá como parte do encontro continental.

Ebrard chegou a Los Angeles representando o México, depois que López Obrador oficializou na segunda-feira que não participaria da reunião em represália pela decisão de Washington de excluir Venezuela, Cuba e Nicarágua, argumentando que seus governos não são democráticos.

O diplomata afirmou que o encontro regional gerou resultados na questão migratória, mas não forneceu detalhes.

Nesta sexta-feira, quando a Cúpula se aproxima de seu fim, os Estados Unidos prometeram fazer mais para trabalhar na questão migratória.

A Cúpula deve produzir uma Declaração sobre Migração e Proteção que formalizará os acordos que já foram alcançados na região.

Os Estados Unidos mantêm uma restrição em sua fronteira sul, proibindo a entrada para viajantes sem visto. Consequentemente, milhares de migrantes permanecem nas cidades fronteiriças mexicanas à espera de uma oportunidade para entrar no território americano.

Dados oficiais mencionam números recordes de interceptações no último ano, assim como um aumento de migrantes mortos, devido a tentativas de atravessar para os Estados Unidos desafiando o deserto, as correntes do Pacífico e, inclusive, pulando a cerca que separa o país do México e que alcança uma altura de até 9,1 metros.

pr/mr/aa/rpr

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos