Chape se solidariza com morte de Marília Mendonça: ‘Algumas coisas dispensam explicações’

·1 min de leitura

O choque da morte da cantora e compositora Marília Mendonça em um acidente aéreo, aos 26 anos, nesta sexta-feira, 5, tem uma particularidade ainda mais emotiva para a Chapecoense, que lamentou a tragédia por meio das redes sociais.

Em 2016, caiu o avião que levava a delegação do clube para Colômbia, que iria receber a final da Copa Sul-Americana. No total, 71 pessoas morreram na ocasião.

No Twitter, o clube publicou duas mensagens.

“Um turbilhão de sentimentos toma o nosso coração quando tragédias como essa acontecem. Diante de tamanha dor, expressamos a nossa solidariedade e desejamos aos familiares e amigos da cantora Marília Mendonça e demais vítimas força e resiliência. Nossas orações estão com vocês”, dizia a primeira.

A segunda, que mostrava o tempo nublado, tinha os dizeres: “Hoje, no fim da tarde, o céu sobre a Arena Condá se fechou de repente. Algumas coisas dispensam explicações”.

A cantora e mais quatro pessoas morreram após o avião em que estavam ter caído na zona rural de Piedade de Caratinga, em Minas Gerais, próximo ao acesso da BR 474.

A aeronave de pequeno porte, modelo Beech Aircraft, levava a artista para realizar shows naquela região neste fim de semana.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos