Charlene de Mônaco é submetida a operação cirúrgica bem-sucedida

·1 minuto de leitura
La princesa Charlene de Mónaco, en el palacio real de KwaKhethomthandayo, en Nongoma, Sudáfrica, el 18 de marzo de 2021 (AFP/Phill Magakoe)

A princesa Charlene de Mônaco foi submetida a uma cirurgia sob anestesia geral, ligada a uma infecção que contraiu em maio e "tudo correu muito bem", disse uma fonte do palácio do principado à AFP neste sábado (9).

“A princesa passou por uma cirurgia na sexta-feira, que correu muito bem. Essa intervenção, com anestesia geral, é a última que precisou ser realizada após uma infecção ORL (otorrinolaringológica). Agora, ficará em observação por 48 horas”, informa esta fonte.

Charlene está na África do Sul, seu país natal, há vários meses. Em 13 de agosto, ela foi submetida a uma primeira cirurgia - sobre a qual nenhum detalhe foi divulgado. O príncipe Albert e seus filhos foram visitá-la durante sua convalescença.

No início de setembro, foi hospitalizada com urgência depois de se sentir mal devido a complicações dessa grave infecção de ouvido, nariz e garganta que contraiu em maio, explicou sua fundação em um comunicado.

A princesa foi internada, com um nome falso, em um hospital em Durban depois de desmaiar no hotel onde estava hospedada há meses.

A ex-nadadora olímpica Charlene Lynette Wittstock, nascida em 1978, casou-se com o príncipe Albert em 2011. Seus dez anos de casamento não puderam ser celebrados este ano devido à ausência da princesa.

vxm-est/iw/mpm/thm/bl/meb/ap

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos