Charles do Bronx pede para lutar duas vezes no mesmo dia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Buscando quebrar recordes, Charles do Bronx provocou Dana White, mas quem respondeu foi Conor McGregor.
Buscando quebrar recordes, Charles do Bronx provocou Dana White, mas quem respondeu foi Conor McGregor. Foto: (Christian Petersen/Getty Images)

Primeiro desafiante ao cinturão dos pesos-leve (até 70,3 quilos) do UFC, o brasileiro Charles do Bronx fez uma provocação ousada a Dana White, chefão do Ultimate, através de uma publicação feita em seu perfil oficial no Twitter.

Com uma luta de alto nível, válida pelo cinturão que era do brasileiro até a sua falha ao atingir o peso necessário para o UFC 274, garantida por Dana White, Charles do Bronx disse ter o anseio de quebrar recordes e deseja lutar contra dois oponentes do UFC na mesma noite: "Só para constar, eu gosto de quebrar recordes e quero quebrar mais um... Lutar duas vezes na mesma noite. Posso nocautear Conor e fazer Diaz desistir. O que você acha Dana White?".

Leia também:

A provocação teve efeito imediato. Uma hora e quatro minutos depois de ter tweetado, Charles do Bronx recebeu uma resposta ofensiva do falastrão irlandês Conor McGregor, que xingou o brasileiro e falou para Charles voltar para sua favela: " Cala a boca seu vagabundo e volte para a sua favela e pague a sua parte".

Como as regras do UFC impõem que, caso o lutador que seja o detentor do cinturão de sua categoria não atinja o peso necessário, a disputa do cinturão só seja válida para o desafiante, o posto como campeão está vago. Charles do Bronx, porém, teve seu direito garantido por Dana White para a chance de reconquistar o troféu em sua próxima luta: "Foi o que todos esperávamos. Dois caras casca-grossa saindo na mão. E Oliveira provou hoje que ele é o melhor. É o melhor mesmo. (...) Ele é o cara. Ele não bateu o peso, temos regras e o cinturão fica vago. Mas tenho certeza que, na cabeça da mídia e dos fãs, Oliveira é o campeão. Mas, tecnicamente, ele é o desafiante número 1 agora".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos