Chay Suede sobre aborto em 'Amor de mãe': 'Na minha família houve vários casos. Estaria preparado'

Marcelle Carvalho
Camila e Danilo ficaram arrasados com a perda do bebê

Chay Suede não está tão distante de Danilo, de "Amor de mãe". Os dois, inclusive, estavam em momentos muito parecidos: a espera de sua primeira filha, Maria, com a mulher, Laura Neiva, o ator viu o personagem saber que seria pai do filho de Camila (Jéssica Ellen). Só que o desfecho para o herdeiro de Thelma (Adriana Esteves) não foi feliz como o de seu intérprete: a professora teve um abordo espontâneo.

O artista estava prestes a ver a filha nascer, quando gravou as cenas do aborto. O ator não esconde que ficou mexido, apesar de, diferentemente de Danilo, ter se preparado para a situação, caso ocorresse.

— Minha mãe perdeu um neném antes de mim, perdeu outro depois do meu irmão e antes da minha irmã. A minha madrasta perdeu dois entre os três que ela teve. Convivi com abortos espontâneos também de uma tia, de primas... Todos nos primeiros três meses. Claro que a gente nunca quer que aconteça, mas eu me preparei, existia na minha cabeça essa possibilidade. Quando fiz todas essas cenas do aborto, Maria ainda não tinha nascido. Isso me impactou, talvez tenha tido um peso a mais porque a chegada dela estava próxima — analisa Chay.