Checamos: áudio sobre greve dos caminhoneiros

·2 minuto de leitura
Áudio que circula no aplicativo de mensagem alerta sobre greve dos caminhoneiros. A mobilização é organizada por trabalhadores autônomos e não é apoiada por entidades patronais (Foto: Pixabay)
Áudio que circula no aplicativo de mensagem alerta sobre greve dos caminhoneiros. A mobilização é organizada por trabalhadores autônomos e não é apoiada por entidades patronais (Foto: Pixabay)
  • A mobilização dos caminhoneiros é organizada apenas por alguns setores da categoria

  • FETAC do Espírito Santo não apoia a greve

  • ABCAM diz que os caminhoneiros não vão aderir à paralisação

Um áudio sobre uma mobilização dos caminhoneiros viralizou no WhatsApp nos últimos dias. Na mensagem, uma mulher alerta sobre a paralisação da categoria e sobre uma possível crise de abastecimento: “a nossa última oportunidade de colocar o Brasil em dia é 7 de setembro. Se não der certo, quem tem passaporte pode ir embora do país, viver em outro lugar porque aqui vai virar comunismo”.

Mensagem de voz no WhatsApp fala sobre greve dos caminhoneiros na próxima semana. A mobilização será feita apenas por alguns setores da categoria (Foto: WhatsApp/Reprodução)
Mensagem de voz no WhatsApp fala sobre greve dos caminhoneiros na próxima semana. A mobilização será feita apenas por alguns setores da categoria (Foto: WhatsApp/Reprodução)

Ela também faz alusão aos pedidos por voto impresso: “se vocês tiverem, vocês que são lojistas, tiverem algum pedido de fora do estado pra manter o seu comércio, antecipe esses pedidos porque depois dessa data a gente não sabe quanto tempo vai durar essa paralisação. Vai ser até resolver o problema lá do STF [Supremo Tribunal Federal], do voto impresso, essa coisa toda”. O Yahoo Brasil explicou como é feita a auditoria das urnas eletrônicas.

O nome de Ubirajara Nobre Carlos, conhecido como Bira, é citado na mensagem. Na página “Manifestação Dos Caminhoneiros Do ES”, ele aparece em um vídeo direcionado aos caminhoneiros. Na publicação, ele confirma a veracidade do áudio, endossando a mobilização dos caminhoneiros para o dia 7 de setembro e diz que a manifestação é espontânea. Bira foi candidato a vereador em 2016 pelo PEN e a deputado estadual pelo Espírito Santo em 2018 pelo PR, mas não foi eleito.

O caminhoneiro Ubirajara Nobre Carlos, conhecido como Bira, é citado na mensagem. Na página do Facebook
O caminhoneiro Ubirajara Nobre Carlos, conhecido como Bira, é citado na mensagem. Na página do Facebook "Menifestação dos caminhoneiros do ES", ele convoca os trabalhadores para a manifestação

À reportagem, o presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (ABCAM), José da Fonseca Lopes, disse que os caminhoneiros não vão aderir ao ato. “A ABCAM não vai aderir à paralisação, mas respeita a atitude dos caminhoneiros”, afirmou.

O Yahoo! Notícias conversou com a Federação dos Caminhoneiros Autônomos de Cargas e Bens do Estado do Espírito Santo (FETAC-ES). A Diretora de Assuntos Fiscais e Sindicais, Angela Leal, disse que a entidade não apoia a greve dos caminhoneiros que está sendo mobilizada por alguns trabalhadores autônomos: “estamos aderindo à manifestação somente no dia 7 de setembro”, declarou.

Entramos em contato também com o Sindicato dos Transportadores Autônomos de Carga (SINDITAC) de Vitória, no Espírito Santo, mas a entidade não quis comentar os questionamentos da reportagem.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos