Checamos: é falso que água da Sabesp está contaminada

·1 min de leitura
  • Informação falsa tem sido compartilhada nas redes sociais

  • Água da Sabesp não está contaminada e nem causa virose

  • Governo de SP desmentiu peça de desinformação

Posts que circulam nas redes sociais afirmam que água fornecida pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) estaria contaminada e que isso fez com que que metade da população paulista tenha contraído virose. A informação é falsa.

Governo paulista e Sabesp negam a veracidade de alegação compartilhada nas redes sociais (Foto: Facebook/Reprodução)
Governo paulista e Sabesp negam a veracidade de alegação compartilhada nas redes sociais (Foto: Facebook/Reprodução)

“Gente quem puder ferver água antes de beber ou comprar água mineral faça isso!!!! metade da população está com virose água da rua (Sabesp) está CONTAMINADA sintomas febre, enjoo dor de cabeça dor no corpo tosse coriza”, diz o texto com a alegação falsa compartilhada nas redes sociais.

No entanto, não há registros de surtos virais recentes pelo consumo de água no estado paulista. Em sua página no Facebook, o Governo de São Paulo negou a veracidade da informação. “A Sabesp monitora sempre todas as etapas do sistema de abastecimento, desde o manancial, onde é feita a captação da água, as estações de tratamento, as redes de distribuição até o cavalete na entrada do imóvel dos clientes”, informou.

A Sabesp também desmentiu a peça de desinformação. “Diariamente são feitas análises em nossos 16 laboratórios por meio de coletas sistemáticas de amostras de água para atender as exigências do Ministério da Saúde. Em caso de dúvidas ou emergências, estamos à disposição pelo 195 (ligação gratuita)”, informou a companhia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos