Checamos: foto de Geraldo Alckmin levando ovada é antiga

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Geraldo Alckmin
    Médico e político brasileiro, ex-governador de São Paulo
  • Episódio aconteceu em 2012 e não este ano, ao contrário do que circula nas redes sociais

  • Peça de desinformação circula fora de contexto nas redes sociais

  • Registro antigo voltou a circular depois que o ex-governador de SP passou a ser cotado como vice-presidente na chapa do ex-presidente Lula para as eleições de 2022

Posts que circulam nas redes sociais afirmam que o ex-governador Geraldo Alckmin teria sido recebido na cidade de Jundiaí com uma “chuva de ovos”. No entanto, ao contrário do que as publicações sugerem, a cena aconteceu em 2012 em Campinas, após o político ser atingido no rosto com café, não com ovos.

​​"Candidato a vice do ladrão, Alckmin é recebido com chuva de ovos em Jundiaí. Parabéns povo jundiaense! Esquerdistas travestidos de direita nunca mais!", diz a frase sobreposta à montagem com a foto tirada de Alckmin durante o episódio.

Registro de 2012 foi feito em Campinas, não em Jundiaí. Foto retirada de contexto voltou a circular depois que Alckimin admitiu a possibilidade de integrar a chapa do ex-presidente Lula nas eleições de 2022 (Foto: Facebook/Reprodução)
Registro de 2012 foi feito em Campinas, não em Jundiaí. Foto retirada de contexto voltou a circular depois que Alckimin admitiu a possibilidade de integrar a chapa do ex-presidente Lula nas eleições de 2022 (Foto: Facebook/Reprodução)

A peça de desinformação começou a circular depois que Alckmin foi cogitado para integrar a chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições de 2022. Em 15 de dezembro deste ano, o ex-governador de São Paulo anunciou a saída do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) — do qual foi um dos fundadores, há 33 anos. Ele governou São Paulo quatro vezes. Em 2006 e 2018, foi candidato à Presidência da República. A filiação de Geraldo Alckmin ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) é considerada quase certa para a disputa no pleito eleitoral do próximo ano, e ele próprio admitiu a possibilidade de ser candidato a vice-presidente na chapa do petista.

Uma busca reversa pela imagem mostra que o registro original foi feito em 2012. Na ocasião, Alckmin foi hostilizado na cidade de Campinas quando ele fazia campanha para o candidato à prefeitura de Campinas Jonas Donizette.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos