Checamos: foto de incêndio de posto de gasolina é antiga

·1 min de leitura
  • Desinformação circula em meio à alta do combustível e crise econômica

  • Imagem foi feita há 8 anos em Imperatriz (MA)

  • Informações falsas sobre petróleo e seus derivados foram verificadas pelo Yahoo! Notícias

Circula pelas redes sociais a imagem de um posto de gasolina incendiado. A descrição do registro alega que uma facção criminosa teria começado a atacar postos de gasolina devido à alta nos preços dos combustíveis. Entretanto, uma busca reversa pela imagem mostra que a foto foi feita em 2013 na cidade de Imperatriz, no Maranhão. Ou seja, não é recente.

Desinformação que circula nas redes sociais é antiga. Foto foi feita em 2013 no Maranhão e desmentida à época por jornal (Foto: Twitter/Reprodução)
Desinformação que circula nas redes sociais é antiga. Foto foi feita em 2013 no Maranhão e desmentida à época por jornal (Foto: Twitter/Reprodução)

Em 2018, a mesma imagem foi alvo de alegações que supostamente mostravam o protesto de caminhoneiros em um posto da cidade de Jaguaribara, no Ceará. À época, o boato foi desmentido pelo jornal O Povo.

A alta do preço dos combustíveis é uma questão polêmica do governo Bolsonaro e o presidente trava um embate com governadores em torno da taxação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) ‒ que compõe o preço final do combustível repassado aos consumidores. Só em 2021, houve nove reajustes no preço da gasolina pela Petrobras, e hoje o combustível sai das refinarias a R$ 2,78 por litro

A editoria de verificação do Yahoo! Notícias já desmentiu peças de desinformação sobre o preço da gasolina, incidência do ICMS no valor final do botijão de gás e alegação enganosa falsa feita por Jair Bolsonaro (sem partido) durante live sobre a política de preços da Petrobras.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos