Checamos: frase atribuída ao ex-presidente João Figueiredo não tem registro

·1 minuto de leitura
  • Post é compartilhado no Facebook desde 2013 e voltou a ser questionado nas redes sociais

  • Não há registro da declaração atribuída ao ex-presidente

  • Frase semelhante foi dita em gravação antiga, mas Figueiredo não cita o PT ou qualquer partido político

Publicação compartilhada atribui a João Figueiredo, presidente do Brasil e 1979 a 1985, a seguinte frase sobre o Partido dos Trabalhadores (PT): “Vocês querem, então vou reconhecer ‘esse’ sindicato como partido. Mas não esqueçam que ‘esse’ partido um dia chegará ao poder e lá estando tudo fará para institucionalizar o comunismo. Nesse dia vocês vão querer tirá-los de lá. E para tirá-los de lá, será à custa de muito ‘SANGUE BRASILEIRO’”, diz o cartaz acompanhado da frase “O Presidente Figueiredo nos alertou!”.

Post compartilhado no Facebook atribui frase ao ex-presidente João Figueiredo, mas não há registro que ele tenha feito a declaração (Foto: Facebook/Reprodução)
Post compartilhado no Facebook atribui frase ao ex-presidente João Figueiredo, mas não há registro que ele tenha feito a declaração (Foto: Facebook/Reprodução)

A reportagem consultou os arquivos da Biblioteca da Presidência da República e não há registro da frase em documentos ou discursos feitos pelo ex-presidente.

Uma pesquisa pela frase dita por Figueiredo retornou à uma menção da suposta frase em um artigo de opinião publicado em 5 de agosto de 2015 no site do jornal Diário da Manhã. O autor do texto afirma que Figueiredo teria dito a frase “quando da assinatura do reconhecimento do PT” e posteriormente a declaração teria sido publicada na imprensa, contudo, não menciona quais veículos teriam publicado a declaração.

Leia também:

Ao consultar registros em vídeos do ex-presidente, a reportagem do Yahoo! Notícias encontrou um vídeo de 1999 do Fantástico, da Rede Globo, que exibe gravações de João Figueiredo durante um encontro. “Eu tenho a impressão de que nós vamos ter de sofrer muito e vai haver sangue neste país. Vai haver luta fratricida, vai haver guerra civil... senão, o comunismo toma conta aqui”, declarou. Contudo, não há qualquer menção ao PT.

O conteúdo também foi verificado pela AFP.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos