Checamos: hospitalização de crianças não quadruplicou em Nova Iorque por causa das vacinas contra a Covid-19

·2 min de leitura
  • Peça de desinformação tem sido compartilhada em grupos negacionistas para desencorajar a imunização de crianças

  • Aumento de internações de crianças não tem relação com a vacina contra a Covid-19

  • Pelo contrário, pessoas de 5 a 11 que estão hospitalizadas não possuem o esquema vacinal completo, de acordo com órgão de saúde dos EUA

Posts que circulam nas redes sociais afirmam que a cidade de Nova Iorque nos Estados Unidos teria registrado um número maior de crianças hospitalizadas em decorrência da imunização contra a Covid-19. A afirmação é falsa.

"Hospitalização de crianças de 5 a 11 anos com Covid-19 quadruplica em Nova York menos de um mês após início de vacinação em crianças", diz o texto compartilhado.

O aumento do volume de crianças internadas com o novo coronavírus na cidade norte-americana não tem relação com a vacina. Pelo contrário, os registros de internações mostram que as pessoas desta faixa etária e que estão hospitalizadas não possuem o esquema vacinal completo.

"Estamos alertando os nova-iorquinos sobre este aumento recente e surpreendente nas internações pediátricas para a Covid-19, para que os pediatras, pais e responsáveis possam tomar medidas urgentes para proteger nossos nova-iorquinos mais jovens", afirmou o chefe do Departamento de Saúde do estado, Mary T. Bassett, em entrevista no mês passado.

Peça de desinformação tem sido compartilhada em grupos negacionistas para desencorajar a imunização de crianças (Foto: Twitter/Reprodução)
Peça de desinformação tem sido compartilhada em grupos negacionistas para desencorajar a imunização de crianças (Foto: Twitter/Reprodução)

A partir de 3 de novembro de 2021, crianças de 5 a 11 anos passaram a ser vacinadas contra a Covid-19 nos Estados Unidos. Em 24 de dezembro, o Departamento de Saúde norte-americano publicou um comunicado alertando sobre o aumento de hospitalizações.

"Na cidade de Nova York, o departamento identificou aumentos de quatro vezes nas admissões hospitalares COVID-19 para crianças menores de 18 anos a partir da semana de 5 de dezembro até a semana atual, com base nos dados relatados ao departamento por meio do Health Electronic Response Data System ( HERDS)."

O texto ressalta, porém, que durante a produção do relatório “nenhuma criança de 5 a 11 anos que foi internada no hospital devido à COVID-19 foi totalmente vacinado. Ao longo do mesmo tempo, apenas um quarto dos jovens de 12 a 17 anos que deram entrada no hospital foram totalmente vacinados. Essas tendências surpreendentes ressaltam a importância crítica de proteger nossas crianças contra a COVID-19. O Departamento exorta os pais e responsáveis ​​de todas as crianças de cinco anos ou mais a vacinarem seus filhos o mais rápido possível."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos