Checamos: post engana ao atribuir elevação no preço da carne ao PT

·2 min de leitura
  • Post engana ao atribuir elevação no preço da carne ao PT

  • Preço do alimento tem influência com aumento da demanda externa e alteração no câmbio, por exemplo

  • Alegação enganosa repercute em meio ao noticiário econômico de alta na inflação brasileira

Vídeo que circula nas redes sociais atribui a alta no preço da carne aos governos do Partidos dos Trabalhadores (PT). No registro, um homem aparece em frente a uma unidade do supermercado Assaí, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ), afirmando que a culpa de ter gastado quase R$ 100 no quilo de um corte bovino seria do partido petista. No entanto, a afirmação é enganosa.

“Carne vermelha custando R$100,00 o kg, um absurdo. A culpa é do Bolsonaro ou do Lula?”, diz a descrição do vídeo compartilhado nas redes sociais.

O homem afirma ainda em um outro trecho da gravação que os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) e Dilma Rousseff (2011-2016) teriam liberado “R$ 31 bilhões” em empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a JBS, dona de frigoríficos, com “juros de 1% ao ano”. Dessa forma, como alega o sujeito, os ex-mandatários teriam favorecido o que ele chama de “monopólio da carne”.

Post engana ao atribuir aumento da carne aos governos anteriores. Preço do alimento é influenciado pelo aumento da demanda externa e alteração no câmbio, por exemplo (Foto: Facebook/Reprodução)
Post engana ao atribuir aumento da carne aos governos anteriores. Preço do alimento é influenciado pelo aumento da demanda externa e alteração no câmbio, por exemplo (Foto: Facebook/Reprodução)

De acordo com dados do BNDES, citado na peça de desinformação, apenas a compra da Bertin, empresa de enlatados, teve aportes do banco. Entretanto, a transação financeira foi feita por meio de compra de ativos financeiros do frigorífico, e não de empréstimos, tampouco com juros de 1%.

De fato, o conglomerado empresarial esteve envolvido em escândalos de corrupção. Em 2017, a J&F, o grupo que controla a JBS fechou um acordo de leniência e relatou um esquema de pagamento de propina a políticos e servidores públicos em troca de apoio financeiro do BNDES para internacionalização da JBS.

A série histórica do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que a carne bovina apresentou crescimento ao longo dos anos. Em junho do ano passado, a inflação acumulada em 12 meses do produto chegou a 38,17%.

O aumento dos preços da carne ainda impacta os brasileiros atualmente, mas em ritmo menos acelerado. Além disso, fatores como desvalorização do real e exportações também incidem no preço final repassado ao consumidor.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos