Checamos: vídeo antigo mostra recepção de Bolsonaro em Aparecida e não no encontro do G20

·1 min de leitura
  • Registro foi feito em 2019 e não recentemente como posts dão a entender erroneamente

  • Sequência de imagens foi gravada durante visita do presidente à Basílica de Aparecida

  • O Yahoo! Notícias verificou peças de desinformação sobre a reunião do G20 que circularam nas redes sociais

Vídeo que circula nas redes sociais do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sendo carregado por homens e ovacionado por apoiadores dá a entender que o registro foi feito durante a recepção do presidente em Roma, na Itália, durante a chegada à reunião da cúpula do G20, mas não é verdade.

“Queira ou não é um Gênio Mundial único Líder na Itália a Arrastar Multidão”, diz a legenda de um dos posts que compartilharam o registro como se o vídeo fosse feito recentemente. Uma busca reversa pela imagem mostra que o vídeo foi feito em outubro de 2019 durante visita do mandatário à Basílica de Aparecida, na cidade de Aparecida do Norte, no interior do estado de São Paulo.

Registro foi feito em 2019 durante visita do presidente à Basílica da cidade (Foto: TikTok/Reprodução)
Registro foi feito em 2019 durante visita do presidente à Basílica da cidade (Foto: TikTok/Reprodução)

Além disso, no final do compilado de vídeos é possível ver o crédito para o site Poder360 com a frase: “Bolsonaro chega na missa de Nossa Senhora Aparecida. 12.out.2019”.

Ao final do registro, aparece o crédito do veículo Poder360 com a data de 12 de outubro de 2019. A gravação foi publicada na ocasião no canal do veículo no YouTube (Foto: TikTok/Reprodução)
Ao final do registro, aparece o crédito do veículo Poder360 com a data de 12 de outubro de 2019. A gravação foi publicada na ocasião no canal do veículo no YouTube (Foto: TikTok/Reprodução)

O registro original foi publicado na página do veículo no YouTube na mesma data.

A reportagem do Yahoo! Notícias identificou outras peças de desinformação produzidas durante a viagem de Bolsonaro à reunião do G20. Circulou nas redes sociais um texto descontextualizado de uma conversa informal entre o presidente brasileiro e o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom. Na ocasião, Bolsonaro afirmou que o órgão não recomenda a vacinação contra a Covid-19 para crianças. Contudo, a afirmação foi tirada de contexto.

O conteúdo também foi analisado pela AFP.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos