Checamos: Vídeo de jacaré nadando com corpo não foi gravado em enchente na Bahia

·1 min de leitura
  • Desinformação circula nas redes sociais

  • Na verdade, registro foi feito no México

  • Município baiano registra chuvas desde setembro e virou alvo de conteúdos enganosos na internet

Posts que circulam nas redes sociais afirmam que uma gravação supostamente teria registrado o momento em que uma mulher foi atacada por um crocodilo durante as chuvas torrenciais na Bahia. A afirmação é falsa.

Post com informação falsa circula nas redes sociais. Ao contrário do que publicação afirma, registro foi feito no México em julho deste ano (Foto: Twitter/Reprodução)
Post com informação falsa circula nas redes sociais. Ao contrário do que publicação afirma, registro foi feito no México em julho deste ano (Foto: Twitter/Reprodução)

Ao contrário do que as publicações sugerem, o registro não foi feito em Itabuna, na Bahia. A peça de desinformação começou a ser compartilhada após a cidade ser destaque no noticiário brasileiro após ter sofrido com enchentes. De acordo com a Secretaria de Proteção e Defesa Civil da Bahia, 77 mil pessoas estão desabrigadas ou desalojadas e 21 pessoas morreram por causa das enchentes.

Uma busca reversa por um frame do vídeo revela que o registro sequer foi feito no Brasil. Na verdade, as imagens circulam na internet desde junho de 2021 e foram gravadas no México. Na ocasião, uma mulher foi atacada por um crocodilo no Lago del Carpintero, na cidade mexicana de Tampico, enquanto lavava roupas. A vítima morreu no local logo após o ataque.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos