Checamos: vídeo em que Lula não considera se candidatar é antigo

·1 min de leitura
  • Vídeo está fora de contexto

  • Entrevista compartilhada na peça de desinformação foi feita em 2020 e não recentemente

  • O ex-presidente Lula já fez diversas declarações públicas sobre a sua intenção em concorrer às eleições de 2022

Publicações compartilhadas nas redes sociais afirmam que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria desistido de se candidatar às eleições presidenciais de 2022. No entanto, a afirmação está descontextualizada.

“Não devemos baixar a guarda para esse corrupto, se fazer de coitado é o que ele bem sabe fazer! URGENTE: Certamente com medo da derrota, Lula já admite desistir da candidatura à presidência (veja o vídeo)”, diz uma das mensagens compartilhadas nas redes sociais.

Entrevista antiga do ex-presidente Lula foi tirada de contexto e compartilhada como se fosse recente (Foto: Twitter/Reprodução)
Entrevista antiga do ex-presidente Lula foi tirada de contexto e compartilhada como se fosse recente (Foto: Twitter/Reprodução)

De fato, o petista gravou um vídeo em abril de 2020 falando sobre a disputa eleitoral ao jornalista Leonardo Sakamoto: “Eu, sinceramente, Sakamoto, eu vou estar com 77 anos quando chegar outubro de 2022, sabe? E eu acho que se eu tiver juízo, sabe, eu tenho que ajudar para que o PT tenha outro candidato e que eu seja cabo eleitoral”, diz em um trecho da gravação.

A peça de desinformação foi veiculada originalmente pelo Jornal da Cidade Online e tirou de contexto a entrevista concedida por Lula. Apesar da entrevista ter sido veiculada há mais de um ano, o site publicou o conteúdo em 3 de novembro deste ano como se fosse recente.

Além disso, apesar de até o momento a pré-candidatura oficial de Lula ao Planalto ainda não tenha sido oficializada pelo PT, o ex-presidente tem manifestado a sua intenção de concorrer novamente ao cargo em diversas manifestações públicas.

Segundo a última pesquisa Datafolha, Lula alcança 44% das intenções de voto em uma das simulações de disputa do primeiro turno. No mesmo cenário, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem 26%.

De acordo com a pesquisa XP/Ipespe, divulgada em 3 de novembro, mais da metade da população acha o governo Bolsonaro ruim ou péssimo. O levantamento ainda mostra que em um possível segundo turno entre Lula e Bolsonaro, o petista venceria, com 50%, enquanto o atual presidente teria 32%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos