Checamos: vídeo não mostra Eduardo Bolsonaro apanhando

·1 min de leitura
  • Homem agredido na imagem é advogado de shopping em Pernambuco

  • Episódio foi registrado durante desavença entre lojistas

  • Registro já foi utilizado para compartilhar outra peça de desinformação

Gravação compartilhada nas redes sociais alega que o homem que aparece no vídeo sendo agredido seria o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), filho do Presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido). A descrição do registro afirma que o deputado teria levado um chute nas nádegas do grupo exaltado. Contudo, o homem que aparece no vídeo não é Eduardo Bolsonaro.

“EDUARDO BOLSONARO APANHA DA POPULAÇÃO E LEVA CHUTE NO BUMBUM😂”, escreveu um usuário que compartilhou a publicação no Twitter. Uma busca reversa pela imagem mostra que a cena foi gravada no estacionamento do Shopping Center Parque das Feiras, no dia 3 de novembro, na cidade de Toritama, em Pernambuco.

Registro foi feito em Pernambuco e mostra advogado de shopping sendo agredido (Foto: Twitter/Reprodução)
Registro foi feito em Pernambuco e mostra advogado de shopping sendo agredido (Foto: Twitter/Reprodução)

De acordo com registros dos jornais locais, houve uma desavença entre os lojistas do shopping que estavam protestando contra a expansão do centro comercial. O homem que aparece sendo agredido pelos comerciantes é o advogado Melqui Roma, representante do shopping.

Após o episódio, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Pernambuco pronunciou-se sobre o caso e disse que está apurando a agressão contra Melqui Roma. Anteriormente, o vídeo foi utilizado para disseminar informações falsas sobre uma suposta agressão contra o prefeito de Toritama, Edilson Tavares. A prefeitura do município desmentiu o boato.

O conteúdo também foi analisado pela Agência Lupa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos