Chechênia reivindica ter maiores ovos de dinossauro do mundo

Protusões em forma de ovos se destacam na superfície de uma rocha encontrada no sul da Chechênia

Uma universidade chechena indicou nesta terça-feira ter encontrado um esconderijo sem precedentes de ovos gigantes de dinossauro fossilizados em uma área remota e montanhosa do norte do Cáucaso, uma descoberta questionada por uma cientista russa.

A Universidade Estadual da Chechênia publicou em seu site na internet fotos de protusões em forma de ovos em uma rocha descoberta no sul da região, referindo-se a elas como uma "descoberta sensacional". As principais emissoras de TV russas exibiram imagens do sítio nesta terça.

"A descoberta é sensacional, não só para a nossa república, mas por causa do tamanho dos ovos", alguns dos quais chegam a medir 102 centímetros, acrescentou a universidade. "Nunca houve (ovos) tão grandes no mundo", reiterou.

A TV pública russa exibiu imagens de cientistas escalando uma montanha rochosa, escavando amostras de intrigantes formações rochosas.

Mas uma paleontóloga moscovita questionou a autenticidade da descoberta.

"Infelizmente, não é verdade. Os dinossauros colocavam ovos pequenos", afirmou Valentina Nazarova, do Departamento de Paleontologia da Universidade Pública de Moscou, acrescentando que os dinossauros provavelmente nunca viveram no montanhoso norte do Cáucaso.

"Os dinossauros não colocavam ovos enquanto saltitavam como se fossem cabritos monteses", ironizou.

"Se eles queriam criar um atrativo turístico, eles deviam ter dito que os ovos foram postos pela mítica Ave Roca", acrescentou, referindo-se a um pássaro gigante que aparece nos contos das 'Mil e uma Noites'.

"Sinceramente, sinto muito por eles, mas também não quero ir contra a ciência", concluiu.