Chefão do banco central sueco: ‘Bitcoin precisa ser regulamentado’

·1 minuto de leitura
O banqueiro Stefan Ingves. (Foto: JESSICA GOW/TT NEWS AGENCY/AFP via Getty Images)
O banqueiro Stefan Ingves. (Foto: JESSICA GOW/TT NEWS AGENCY/AFP via Getty Images)
  • Governador do banco central sueco se posicionou a favor de regulamentações.

  • Ele disse que bancos centrais têm que se adaptar.

  • Um dos argumentos foi possível lavagem de dinheiro.

O bilionário Ray Dalio falou, ao revelar seu investimento em Bitcoin, que o maior perigo para a criptomoeda é ela se tornar grande demais e ameaçar o status quo financeiro – os bancos centrais que atualmente controlam a política monetária e a realidade financeira de suas populações.

Leia também:

O aumento no número de banqueiros se posicionando a favor da regulamentação é, então, prova de que o Bitcoin está mesmo se tornando grande.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Depois de autoridades na China e no Japão se posicionarem a favor de medidas mais duras de controle das criptos, foi a vez da Suécia, na figura do governador de seu banco central, Stefan Ingves.

Ele falou nesta segunda-feira (31) que novos mecanismos de controle devem ser estabelecidos, e seu argumento é de que o Bitcoin poderia ser usado para lavagem de dinheiro.

Segundo ele, os bancos centrais devem “se adaptar ao novo ambiente” das moedas digitais.

O Bitcoin operava em baixa de pouco mais de 2% na tarde desta terça-feira, cotado a US$35,8 mil.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube