Chefe da Casa Civil diz que Lula não tem vantagem para vitória e que povo quer ouvir Bolsonaro

***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 12.04.2022 - O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira. (Foto: Antonio Molina/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 12.04.2022 - O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira. (Foto: Antonio Molina/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, afirmou nesta segunda-feira (3) que o primeiro turno da eleição foi um "plebiscito".

"Há um ano, Lula está aí, como salvador da pátria, primeiro das pesquisas. O Brasil fez um plebiscito e derrotou Lula", escreveu o ministro nas redes sociais.

Um dos coordenadores da campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL), Nogueira disse que a vantagem de Lula (PT) não garante a vitória do petista no segundo turno. No domingo (2), Lula teve 48,43% dos votos, contra 43,20% de Bolsonaro.

"Lula foi o grande derrotado do primeiro turno e o Brasil disse em voz alta e clara: queremos ouvir o que o presidente Bolsonaro tem a dizer! Queremos olhar para o futuro e não voltar para o passado", completou o ministro.