Chefe da PF escolhe novo delegado para ser o segundo da hierarquia do órgão

·1 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Maiurino, escolheu o delegado Sandro Avelar para ser o novo diretor-executivo (Direx), o segundo da hierarquia do órgão.

Ele vai substituir Cairo Duarte, que deve ser adido no Canadá, como mostrou o Painel, da Folha de S.Paulo.

O processo de nomeação já foi iniciado e deve ser concretizado nos próximos dias.

Avelar é adido em Londres e termina seu ciclo no local ainda neste mês, quando volta ao Brasil.

Antes, ocupou outros cargos na PF, inclusive o que ele deve assumir agora. O delegado foi Direx na gestão de Fernando Segovia, por três meses, no governo de Michel Temer.

Ele já foi também responsável pelo combate ao crime organizado na PF do Distrito Federal, foi diretor do Sistema Penitenciário Federal e foi presidente da associação de delegados por dois mandatos.

Avelar foi candidato a deputado federal em 2014, pelo MDB, depois que foi secretário de Segurança do DF, na gestão do petista Agnelo Queiroz. Ele teve cerca de 22 mil votos e não foi eleito.

De acordo com amigos do delegado, ele não tem mais pretensões de ir para a política e ficará como dois da PF.

Maiurino e Avelar se conhecem há muito tempo. Eles entraram juntos na polícia, em 1998, fizeram curso de formação juntos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos