Com problemas na China, Volkswagen troca executivo do país

·2 min de leitura
Lafayette - Circa June 2017: Volkswagen Cars and SUV Dealership. VW is Among the World's Largest Car Manufacturers XIII
Lafayette - Circa June 2017: Volkswagen Cars and SUV Dealership. VW is Among the World's Largest Car Manufacturers XIII
  • Chefe das operações chinesas da Volks deve deixar o país e ser transferido de setor;

  • Medida acontece por insatisfação da empresa alemã com os resultados no mercado chinês;

  • Volkswagen sofre críticas no mercado chinês, maior mercado automotivo do mundo;

O chefe de operações da Volkswagen na China, Stephan Woellenstein, está sendo dispensado de suas funções de liderança, e deve sair do país em breve, embora não se saiba a data exata. A montadora alemã neste momento procura um novo cargo para Woellenstein na diretoria da empresa, segundo fontes consultadas pela Agência Reuters.

Leia também:

Auxílio Brasil: veja as principais mudanças, calendário e como participar

PIX completa um ano e ganha função de devolução de valor

O que muda no vale-alimentação com o novo decreto?

Segundo o jornal da indústria automotiva Automobilwoche, para a Volkswagen existem três ou quatro candidatos que podem substituir Woellenstein no cargo na China, e a montadora deve fazer um anúncio em breve para saber quem será o futuro chefe de operações da empresa naquele que é o maior mercado automotivo do mundo. Procurada pela Reuters, a Volkswagen não quis comentar sobre a mudança.

Volkswagen quer crescer na China para financiar sua transição para elétricos

Dentre os motivos da troca de comando na montadora alemã, está a tentativa da Volkswagen de reduzir os problemas que a empresa teve no país. A montadora sofreu uma série de contratempos no maior mercado automotivo do mundo, desde um lançamento com baixos números de produção e venda de seus novos veículos elétricos, até uma queda nas vendas no país de seu sedã Passat depois que um vídeo de teste de colisão se tornou viral na China e causou desconfiança aos consumidores, mesmo tendo passado no teste.

Segundo a agência Reuters, a Volkswagen, que é a maior montadora da Europa, possuindo marcas como Porsche, Audi, VW, Seat, Skoda, Lamborghini e Bentley, conta com vendas na China, o maior mercado de veículos elétricos do mundo, para ajudar a financiar a cara e complicada transição elétrica da montadora alemã.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos