Chefe do tráfico é surpreendido em motel no Rio e preso por policial disfarçado de garçom

·2 minuto de leitura
Thiaguinho foi detido em motel no Rio - Foto: Divulgação/Polícia Civil do Rio de Janeiro
Thiaguinho foi detido em motel no Rio - Foto: Divulgação/Polícia Civil do Rio de Janeiro
  • Thiaguinho foi preso nesta quinta-feira quando estava em um motel no Rio de Janeiro

  • Um policial disfarçado de garçom entrou no quarto onde ele estava com uma mulher

  • O rapaz é considerado chefe do tráfico na Mangueira e tem 11 registros de crimes

Um criminoso foi preso pela polícia do Rio de Janeiro nesta quinta-feira (26), em um motel da Zona Norte da Cidade, por um agente disfarçado de garçom. As informações são do UOL.

Thiago Eliseu Paiva, conhecido como TH ou Thiaguinho, é considerado chefe do tráfico do Morro da Mangueira. O criminoso de 21 anos foi levado para a delegacia e será autuado por diversos crimes.

Leia também:

"Ele é especialista em roubos de estabelecimentos comerciais que vendem telefones celulares e faz parte do tráfico da Mangueira. A prisão é muito importante e agora estamos apurando quem são os comparsas que participam dos assaltos", explicou o titular da delegacia da Penha, Wellington Vieira.

A ação desta quinta contou com a participação de agentes da Unidade de Polícia Pacificadora do Andaraí e Prazeres e outros da delegacia da Penha.

O suspeito é chefe do tráfico na Mangueira - Foto: Getty Images
O suspeito é chefe do tráfico na Mangueira - Foto: Getty Images

Thiaguinho estava no motel com uma mulher quando a polícia realizou o cerco no local. Um dos agentes, então adentrou o recinto disfarçado de garçom, para impedir a possibilidade de retaliação do suspeito.

"A estratégia foi desempenhada nesse sentido para tentar evitar qualquer tipo de reação hostil desse alvo e foi bem sucedida. Conseguimos, usando dessa estratégia, prendê-lo dentro do quarto do motel. Ele estava com uma moça. A surpresa fez com que ele não tivesse nenhum tipo de reação e não oferecesse nenhuma resistência", contou o delegado.

Onze registros de crimes

Segundo a polícia, Thiaguinho possui 11 registros por crimes de tráfico de drogas, roubo, posse e porte ilegal de arma de fogo. Ele era considerado foragido pela Justiça.

O criminoso teria participado de um assalto a uma unidade das Lojas Americanas recentemente. Além disso, é acusado de atirar contra um helicóptero da TV Record em 28 de maio deste ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos