Chefe do Estado-Maior russo é nomeado comandante da ofensiva na Ucrânia

A Rússia voltou a substituir o comandante de sua ofensiva na Ucrânia, nomeando agora o general Valeri Guerasimov, chefe do Estado-Maior da Forças Armadas russas, informou o Ministério da Defesa nesta quarta-feira (11).

Em um comunicado, o Ministério nomeou Valeri Guerasimov como "comandante do agrupamento de tropas" destacadas na Ucrânia, substituindo Serguei Surovikin, que havia assumido o cargo em novembro passado.

"O aumento do nível de comando da operação especial (na Ucrânica) está associado à ampliação na escala das missões a serem realizadas e à necessidade de uma interação mais próxima entre os componentes das forças armadas", explicou a pasta.

O novo comandante também terá ao seu lado os generais Serguei Surovikin, Oleg Saliukov e Alexei Kim.

Surovikin havia sido nomeado para o mesmo cargo três meses antes para recuperar as investidas do exército russo, que sofria derrotas diante das ofensivas ucranianas nas regiões de Kharkiv (nordeste) e Kherson (sul).

O general chegou a propor e organizar a retirada das forças russas da cidade de Kherson, no início de novembro, o que acabou se configurando em uma grande perda para o Kremlin.

Desde então, a frente se estabilizou de maneira geral, exceto na área de Bakhmut, na região de Donetsk, cidade que o exército russo e o grupo paramilitar Wagner tentam ocupar há meses.

bur/mab/yr/mvv