Chefe de investigação eleitoral do Departamento de Justiça dos EUA pede demissão

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Richard Pilger, diretor responsável pela investigação de crimes eleitorais, pediu demissão de seu cargo no Departamento de Justiça, após o chefe do órgão, William Barr, dar autorização para que procuradores analisem possíveis fraudes nas eleições. "Tendo me familiarizado com a nova política e suas ramificações, eu lamentavelmente devo renunciar ao meu cargo de diretor da seção de crimes eleitorais", escreveu Pilger aos colegas, segundo o The New York Times. Ele seguirá no Departamento de Justiça, mas em um cargo inferior. O presidente Donald Trump se recusa a reconhecer a vitória de Joe Biden, e contesta os resultados da apuração com uma série de processos na Justiça. No entanto, ainda não apresentou provas das fraudes que aponta. Há temores de que o republicano use os poderes de seu cargo para impulsionar investigações capazes de mudar o resultado da eleição. Na segunda (9), Barr, disse a procuradores que eles tinham permissão para investigar as acusações de fraude eleitoral antes que os resultados da disputa à Presidência sejam oficialmente confirmados.