Chefe do tráfico de drogas na Região Serrana do Rio é preso com dinheiro e joias de ouro na Bahia

Extra
·1 minuto de leitura
Traficante foi preso em hotel de luxo com R$ 60 mil em dinheiro vivo, além de joias e relógios de ouro
Traficante foi preso em hotel de luxo com R$ 60 mil em dinheiro vivo, além de joias e relógios de ouro

O principal chefe do tráfico de drogas da cidade de Três Rios e da Região Serrana do Rio foi preso nesta quinta-feira, dia 22, em Salvador (BA). Nei Carlos Souza da Silva, conhecido como TI Baiano, foi encontrado em um hotel de luxo com a família, na Praia de Ondina, na capital baiana. Com ele, a Polícia Civil apreendeu ainda R$ 60 mil em espécie e grande quantidade de joias e relógio de ouro, entre eles, correntes com pingentes de Nossa Senhora Aparecida, de Jesus Cristo e o brasão do Clube de Regatas do Flamengo.

A prisão foi feita por agentes da 108ª DP (Três Rios), com apoio da 106ª DP (Itaipava) e da Subsecretaria de Inteligência da Bahia. De acordo com as investigações, o preso é oriundo do Parque União, no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio. Ele tem como comparsa um traficante conhecido como "Ere", que era o seu apoio operacional em Três Rios e em Comendador Levy Gasparian, considerado um dos traficantes mais agressivos da facção na região, sendo responsável por outros homicídios.

Segundo as investigações, no feriado de 7 de setembro, um adolescente foi levado por traficantes para uma região erma de Três Rios e executado friamente com tiros na cabeça. O crime foi filmado e disseminado com o fim de causar temor aos moradores da localidade. As investigações indicam, ainda, que criminoso é responsável por fornecer armamento para comunidades da Região Serrana.