Chefes da milícia em Rio das Pedras e da Vila Sapê morrem em confrontos: um com a polícia, outro com rival

Um dos chefes da milícia da Vila Sapê, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio, morreu na noite do último sábado, dia 21, ao entrar em confronto com um rival, que também foi morto. Policiais militares do 18ºBPM (Jacarepaguá) foram acionados e, de acordo com o comando da unidade, os agentes encontraram os dois óbitos ao chegarem ao local.

Leia também: Facção ordena retorno de trio que estava no Paraguai

"Posteriormente foi confirmado que ambos são líderes dos grupos criminosos que atuam na região. Cabe informar que nessa ação não houve confronto com as equipes da Policia Militar. O policiamento foi reforçado na comunidade e a ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Homicídios da Capital", diz a PM em nota, explicando ainda que não houve apreensões.

Leia mais: Preso suspeito de incendiar a casa da própria mãe em Rio Bonito

Também no sábado, mas na parte da manhã, Rodrigo Dias, mais conhecido como Pokémon, foi morto após troca de tiros com policiais no bairro do Anil, também na Zona Oeste da capital fluminense. Ele é suspeito de chefiar uma das milícias de Rio das Pedras.

De acordo com o 18ºBPM (Jacarepaguá), a Polícia foi acionada para detectar atividades suspeitas na região. Rodrigo Dias estava em uma moto com mais um homem, não identificado pela reportagem, quando foi abordado pelos agentes. O ocupante da garupa sacou uma arma e então disparou contra a polícia, dando início ao confronto.

Pokémon ficou ferido, foi levado ao Hospital Municipal Lourenço Jorge, mas não resistiu aos ferimentos. O segundo suspeito foi encaminhado à 32ª DP (Taquara), onde a ocorrência foi registrada.

Apreensão

Em Gardênia Azul, também em Jacarepaguá, policiais do 18ºBPM apreenderam uma réplica de fuzil, também no último sábado. A região tem sido alvo de disputa por diferentes grupos de milícia. A ocorrência foi encaminhada para a 32ªDP (Taquara).