Chefes das Finanças do G20 chegam a consenso sobre segurança alimentar

Ministros das Finanças do G20, banqueiros centrais e altos funcionários se reúnem em Bali

Por Fransiska Nangoy e Andrea Shalal

NUSA DUA, Indonésia (Reuters) - Os chefes das finanças do Grupo das 20 maiores economias se comprometeram neste sábado a lidar com a insegurança alimentar global e o aumento da dívida, mas fizeram poucos avanços políticos em meio a divergências sobre a guerra russa na Ucrânia durante a reunião de dois dias na Indonésia.

Com as dúvidas crescentes sobre a eficácia do G20 em tratar dos principais problemas mundiais, a secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, disse que as divergências têm impedido os ministros das Finanças e os banqueiros centrais de emitir um comunicado formal, mas que o grupo tem um "forte consenso" sobre a necessidade de enfrentar o agravamento da crise de segurança alimentar.

Em vez disso, a anfitriã Indonésia emitirá uma declaração. A ministra das Finanças, Sri Mulyani Indrawati, disse que a maioria dos tópicos foi acordada por todos os membros, exceto por declarações particulares sobre a guerra na Ucrânia. Ela descreveu isso como o "melhor resultado" que o grupo poderia ter alcançado nesta reunião.

Os países ocidentais têm aplicado sanções rigorosas contra a Rússia, que diz estar realizando uma "operação militar especial" na Ucrânia. Outras nações do G20, como China, Índia e África do Sul, têm sido mais discretas em sua resposta.

"Este é um momento desafiador, porque a Rússia faz parte do G20 e não concorda com o resto de nós sobre como caracterizar a guerra", disse Yellen, enfatizando que o desacordo não deve impedir o progresso em questões globais urgentes.

O ministro das Finanças da Rússia participou virtualmente da reunião, enquanto seu vice compareceu pessoalmente. O ministro das Finanças da Ucrânia dirigiu-se à sessão virtualmente e pediu por “sanções direcionadas mais severas".

O G20 criará um fórum conjunto entre os ministros das Finanças e da Agricultura para tratar da questão de alimentos e fertilizantes. Um fórum semelhante foi criado para os ministros das Finanças e da Saúde visando a preparação para a pandemia.

Analistas disseram que o fracasso em chegar a um consenso sobre o comunicado reflete a fraqueza do outrora poderoso grupo econômico.

"Estamos em um momento sem rumo na economia mundial, com o G20 paralisado pela guerra de Putin e o G7 incapaz de liderar sobre bens públicos globais", disse Kevin Gallagher, que dirige o Centro de Políticas de Desenvolvimento Global da Universidade de Boston.

(Reportagem adicional de Stefanno Sulaiman em Nusa Dua e Leigh Thomas em Paris)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos