Chefs proporcionam um passeio pela cozinha amazônica

Priscilla Aguiar Litwak
·1 minuto de leitura
Divulgação/Monica Dantas / .
Divulgação/Monica Dantas / .

NITERÓI — Com forte influência indígena e paladar marcante, a culinária amazônica preserva e eleva a gastronomia genuinamente brasileira. Pratos típicos, frutas, peixes, temperos... É extensa a variedade de iguarias que exalam cultura e imprimem cor e sabor ao cardápio. Versatilidade no modo de preparo é outro ponto alto desta cozinha regional. Figurinha fácil no Sudeste, o açaí pode ser consumido puro, batido com frutas ou ao lado de outros pratos. Já a farinha d’água feita com mandioca acompanha muito bem pratos com peixes, carnes, aves e leguminosas como feijão e lentilha.

A chef Margareth Rocha, do bufê Rappanui Gastronomia, conta que se inspirou em Belém do Pará, considerado o portal da Amazônia, para a criação do cardápio Raízes do Norte.

— Muitos dos melhores produtos e ingredientes estão na terra. A culinária raiz cada vez mais conquista o paladar de brasileiros e estrangeiros — atesta a chef, que sugere a cestinha de pato desfiado com molho de tucupi.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)