Chega a 11 número de mortos no México por passagem do furacão Grace

·1 minuto de leitura
Propriedade destruída pelo furacão Grace em Tecolutla, Veracruz, México, em 21 de agosto de 2021

O governo do estado de Puebla confirmou no domingo (22) a morte de três pessoas pelas chuvas causadas pelo furacão Grace em sua passagem pelo México, o que eleva para pelo menos 11 o total de óbitos.

"Há três mortos, um no município de Huauchinango e mais dois em Tlaola", informou o governo de Puebla (centro) em um comunicado.

No sábado (21), depois que o Grace atingiu a costa como um furacão de categoria 3 na escala Saffir-Simpson (até 5), o governo do estado vizinho de Veracruz relatou oito vítimas fatais. Entre elas, está uma mulher e seus cinco filhos, soterrados pelo deslizamento de terra que destruiu sua casa.

O fenômeno deixou várias comunidades do centro e leste do país incomunicáveis, seja pela queda de árvores, seja por danos significativos às estradas.

Grace atingiu o México duas vezes: na quinta-feira, como Furacão 1, entrando pela Península de Yucatán, onde causou danos materiais; e, no sábado, pelo estado de Veracruz, com ventos de 205 km/h.

Ao tocar o solo, degradou-se rapidamente, mas cobriu grande parte do país, causando chuvas no fim de semana.

No domingo à noite ainda houve um resto de atividade do Grace no Pacífico, onde, segundo o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos, outro ciclone tropical pode voltar a se formar ao interagir com outros sistemas.

str/sem/ll/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos