Chega a 114 número de mortos por explosão de ducto no México

Familiares dos desaparecidos pela explosão de um duto no México olham imagens das vítimas, em 21 de janeiro de 2019, em Tlahuelilpan, México

O número de mortos na explosão de um ducto saqueado no estado mexicano de Hidalgo subiu para 114, com mais cinco novas vítimas desde sexta-feira - informou a secretaria de Saúde neste sábado (26).

"Dos 114 óbitos, 46 foram pacientes hospitalizados pelas queimaduras que sofreram", relatou o órgão, em um comunicado.

Na sexta-feira, o número oficial de mortes chegava a 109. Horas depois, esse total voltou a subir e se teme que possa continuar aumentando.

Pelo menos 33 pessoas continuam hospitalizadas e, destas, 23 se encontram na Cidade do México; quatro, no estado do México; três, em Hidalgo; e outras três, em Galveston, no Texas, Estados Unidos, pela gravidade de suas queimaduras.

Perto do lugar da explosão, moradores colocaram fotografias de pessoas que desapareceram após a deflagração.

Na tarde de 18 de janeiro, o ducto foi perfurado, provocando um potente jorro de gasolina que atraiu vários moradores da localidade de Tlahuelilpan, em Hidalgo. Com baldes, famílias inteiras recolhiam combustível, quando foram surpreendidas pela explosão.

Sob investigação, esse incidente aconteceu no momento em que o governo promove uma estratégia nacional para acabar com o roubo de combustível, que provocou o desabastecimento em alguns pontos do país.