Chico Buarque revela história por trás da capa do álbum que virou meme

Capa do disco
Capa do disco "Chico Buarque de Hollanda", lançado em 1966. (Foto: Divulgação/Dirceu Côrte Real)

O cantor e compositor Chico Buarque deu sua opinião sobre a capa de seu primeiro álbum, "Chico Buarque de Hollanda", lançado em 1966, ter virado meme nas redes sociais.

A arte reúne duas versões do músico: de um lado sorrindo e bem sério do outro. As expressões foram o suficiente para que os brasileiros cheios de criatividade criassem narrativas divertidas utilizando as imagens de Chico.

Em uma entrevista ao canal do "SESC", o músico explicou como a capa fotografada por Dirceu Côrte Real foi criada. "Eu era um artista novo, eu não me sentia em condições de impor a minha vontade. Na verdade, eu me sentia como um estudante de arquitetura. Eu estava gravando um disco do qual não se falaria 50 anos depois", explicou.

O resultado foi uma união dos desejos do grande artista da MPB e também da gravadora. "O meu nome artístico era Chico Buarque, o de Hollanda entrou por imposição da gravadora. As fotos da capa, isso eu me lembro bem. A gente estava em um estúdio fotográfico e eu queria tirar uma foto séria", contou. "Eu queria me impor como um compositor e eles achavam que eu ficava mais bonito quando eu sorria. Então tiraram várias fotos, sorrindo e sério".

"Eu fui ver a capa pronta! Eles fizeram a vontade deles e a minha... E ficou essa capa absurda que virou meme. Quando eu vejo, cada vez que eu vejo, mesmo sem ser meme, eu digo: 'Que absurdo isso aí'", completou Chico, dizendo que ri sempre quando vê a foto.