Chile recomenda negar prorrogação de exploração de mina de cobre da Anglo American

·1 min de leitura
Logo da Anglo American

SANTIAGO (Reuters) - Um órgão regulador ambiental chileno recomendou que o projeto de exploração de cobre Los Bronces, da mineradora Anglo American, não receba uma licença de extensão envolvendo um investimento planejado de 3,3 bilhões de dólares, disse a empresa neste sábado.

A Anglo American disse que o Serviço de Avaliação Ambiental do Chile emitiu a recomendação, embora uma decisão firme sobre a extensão da vida útil da mina só venha na próxima semana.

"A recomendação do Serviço de Avaliação Ambiental vem apesar do forte apoio ao projeto oferecido até o momento por 23 dos 25 órgãos de serviços técnicos e ministérios do governo que fazem parte do processo de avaliação", disse a Anglo American em comunicado.

Defensores do meio ambiente criticaram o projeto Los Bronces, localizado perto da capital chilena Santiago, devido ao potencial impacto em uma geleira local, bem como na disponibilidade de água para a região.

A empresa busca estender a vida útil da mina até 2036.

(Por Fabian Cambero)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos