Chile usa boias de alta tecnologia para proteger baleias migratórias

Baleia na costa da Ilha de Chiloé, no Chile

Por Fabian Cambero

ILHA DE CHILOÉ, Chile (Reuters) - Uma boia inteligente que pode "ouvir" o oceano e monitorar as mudanças climáticas faz parte de um novo esforço para ajudar baleias ameaçadas de extinção a evitar colisões com navios em sua jornada da Antártida à região do Equador.

A boia foi instalada no Golfo do Corcovado, cerca de 1.100 km ao sul da capital chilena de Santiago, no início de outubro, e é a primeira de muitas planejadas pela Blue Boat Initiative, um projeto destinado a proteger as baleias e monitorar os ecossistemas marinhos.

A área está repleta de vida marinha e tem um grande número de baleias azuis, bem como baleias Sei e baleia-franca-austral durante a temporada de verão no Hemisfério Sul.

"Este é o começo de um caminho mais longo", disse Sonia Espanol, diretora da Blue Boat Initiative, acrescentando que sua esperança é cobrir o golfo com pelo menos seis bóias.

"A partir daí, não há limites, a ideia é poder cobrir toda a rota migratória das baleias da Antártida até o equador."

A área, repleta de fiordes e ilhas, registra um grande volume de tráfego marinho responsável pela poluição sonora e uma ameaça aos mamíferos marinhos que dependem do som para navegação e caça.