Chile vence Paraguai (1-0) e entra na zona de classificação direta para Copa do Catar-2022

·2 min de leitura
Jogadores do Chile comemoram a vitória sobre o Paraguai, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, em 11 de novembro de 2021 (AFP/NORBERTO DUARTE)

O Chile conseguiu uma vitória importante sobre o Paraguai por 1 a 0 nesta quinta-feira em Assunção pela décima terceira rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Catar-2022 e subiu para a quarta colocação, na zona de classificação direta para o Mundial.

Um gol olímpico de Alexis Sánchez (que foi dado como gol contra do goleiro paraguaio Antony Silva), aos 55 minutos de jogo no estádio Defensores del Chaco, permitiu que a 'Roja' conquistasse o triunfo e chegasse aos 16 pontos, subindo assim ao quarto lugar, com os mesmos pontos da Colômbia (quinto) e do Uruguai (sexto), mas com melhor saldo de gols.

Os chilenos impuseram sua marca, a mesma que os levou a conquistar duas Copas América (2015 e 2016), com jogadores experientes na linha de frente como Alexis Sánchez, Arturo Vidal e Gary Medel. A Roja só sofreu nos últimos minutos quando o Paraguai tentou desesperadamente alcançar o empate.

O Paraguai ficou estagnado nos 12 pontos, na oitava colocação e seu sonho de voltar a uma Copa do Mundo, da qual não participa desde a edição da África do Sul em 2010, parece estar cada vez mais distante.

Foi a estreia do técnico argentino Guillermo Barros Schelotto no comando da seleção paraguaia substituindo o conterrâneo Eduardo Berizzo após a dura derrota de 4 a 0 sofrida diante da Bolívia.

-- Ficha técnica:

Estádio: Defensores del Chaco (Assunção)

Árbitro: Patricio Loustau (ARG)

Gols:

Chile: Silva (56, contra)

Cartões amarelos:

Paraguai: Morel (33), Almiron (72)

Chile: Santiago Roco (27), Brereton (43), Bravo (90+4)

Escalações:

Paraguai: Anthony Silva - Robert Rojas (Juan Escobar 73), Gustavo Gómez, Junior Alonso, Héctor Martínez - Mathias Villasanti (Alejandro Romero 64), Jorge Morel - Matías Rojas, Arnaldo Sanabria (Carlos González 65), Miguel Almirón (Oscar Romero 84), Angel Romero (Braian Samudio 73). Técnico: Guillermo Barros Schelotto.

Chile: Claudio Bravo - Eugenio Mena (Gabriel Suazo 85), Marcelino Nunez, Guillermo Maripán, Enzo Santiago Roco - Arturo Vidal (Eduardo Vargas 84), Gary Medel (Francisco Sierralta 67), Diego Valdes (Tomás Alarcón 78), Claudio Baeza - Alexis Sánchez, Ben Brereton. Técnico: Martín Lasarte.

bds-cl/hro/ma/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos