China adverte contra uso da força na Coreia do Norte

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - O ministro de Relações Exteriores da China, Wang Yi, pediu à Coreia do Norte nesta sexta-feira para acabar com as atividades de desenvolvimento nuclear e de míssil, e advertiu todos os envolvidos de que "o uso da força não resolve diferenças e só vai causar desastres ainda maiores".

Wang também disse ao Conselho de Segurança da ONU: "A China não é o ponto principal do problema na península (coreana). A chave para resolver a questão nuclear na península não está nas mãos do lado chinês".

Ele disse que o remanejamento de um sistema antimíssil dos Estados Unidos na Coreia do Sul "sabota seriamente" a segurança estratégica da China e prejudica a confiança entre os envolvidos na questão da Coreia do Norte.

(Reportagem de Michelle Nichols e Lesley Wroughton)