China amplia confinamento na região norte por aumento de casos de covid

·2 min de leitura
Seguranças patrulham área sob restrições na cidade confinada de Xi'an, em 22 de dezembro de 2021 (AFP/STR) (STR)

Centenas de milhares de pessoas foram colocadas em confinamento a partir desta terça-feira (28) na região norte da China por um foco de covid-19 que gerou um número recorde de casos em 21 meses e provocou o lockdown na cidade de Xi'an.

O foco se propagou para outras cidades e Yan'an, a 300 quilômetros de Xi'an, ordenou nesta terça-feira o fechamento dos estabelecimentos comerciais e anunciou que centenas de milhares de habitantes de um distrito deveriam permanecer em casa.

Os números de contágios são muito pequenos em comparação com os registrados em outros países, mas a China optou por uma estratégia de erradicação do vírus que inclui restrições severas para cortar a propagação do coronavírus.

Nesta terça-feira, as autoridades de saúde anunciaram 209 casos, o maior número desde março de 2020 no país que detectou o coronavírus pela primeira vez, há dois anos, o coronavírus na cidade de Wuhan.

O aumento de casos, que acontece às vésperas dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim em fevereiro, levou as autoridades a determinar na semana passada o confinamento da cidade de Xi'an, que tem 13 milhões de habitantes.

O lockdown é o mais severo decretado na China desde que a cidade de Wuhan ficou fechada praticamente por completo no início da pandemia.

As restrições impostas (os residentes estão proibidos de dirigir seus carros e apenas uma pessoa de cada casa pode sair a cada três dias para comprar alimentos) provocaram muitas ligações para os serviços sociais com pedidos de comida e outros produtos básicos.

"Estou prestes a morrer de fome", escreveu uma pessoa na rede social Weibo. "Não há comida, na minha área residencial não me deixam sair e estou quase sem sopas instantâneas, por favor ajudem", completou.

"Não quero mais ouvir notícias de que tudo está bem(...) Se o estoque é abundante, isto é inútil se você não entrega ao povo", afirmou outro morador.

As autoridades insistem que o abastecimento de comida é estável e mantêm os controles de entrada e saída de Xi'an.

mjw/rox/oho/dbh/jvb/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos