China avalia permitir que fundo de seguro de ações solicite empréstimos do BC

PEQUIM (Reuters) - A China está considerando permitir que o fundo de seguro de ações do país solicite empréstimos ao banco central em caso de emergência, informou o regulador do mercado de ações nesta sexta-feira. A avaliação está incluída na versão preliminar de uma bateria de emendas às regulações que governam a gestão do fundo de proteção ao investidor em ativos financeiros, disse o porta-voz Deng Ge. O fundo foi estabelecido em 2005 para resgatar corretoras e outras instituições à beira da falência, o que poderia afetar seus clientes, investidores individuais. Em junho, quando a bolsa da China desabou após saltar 150 por cento em menos de um ano, Pequim permitiu que instituições financeiras usassem crédito com o banco central para ajudar a amparar os preços das ações pela primeira vez nos 25 anos de história do mercado. (Reportagem de Zhang Xiaochong e Pete Sweeney)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos