China construirá segundo hospital para tratar pacientes com coronavírus

Com agências internacionais

PEQUIM - A cidade chinesa de Wuhan, epicentro de um novo coronavírus, construirá um segundo hospital "em duas semanas" para tratar os doentes deste patógeno, informou neste sábado o "Jornal do Povo". Até o momento, o vírus já matou 41 pessoas na China e infectou mais de 1.300, de acordo com informações do governo chinês.

O veículo estatal também divulgou que o novo centro terá capacidade para 1.300 leitos, que serão adicionados aos 1.000 planejados em um primeiro hospital de emergência, cuja construção em 10 dias foi anunciada na sexta-feira.