China está "pronta para luta" se moção de Xinjiang for levada ao órgão de direitos humanos da ONU

Bandeira da China em Xangai

GENEBRA (Reuters) - Uma autoridade chinesa disse nesta quinta-feira que o país está preparando "contramedidas" caso sejam tomadas ações em um órgão da ONU contra seu histórico de direitos humanos na região ocidental de Xinjiang.

Um grupo de países está ponderando uma ação contra a China em uma reunião do conselho de direitos humanos da ONU em Genebra, depois que o escritório de direitos humanos da ONU divulgou um relatório dizendo que a detenção de uigures e outros muçulmanos na região chinesa de Xinjiang pode constituir crimes contra a humanidade.

"Não temos medo disso", disse Xu Guixiang, porta-voz do governo de Xinjiang, a jornalistas em Genebra, referindo-se a uma possível moção anti-China no conselho. "Vamos tomar contramedidas. Estamos prontos para a luta efetivamente para que a luz da justiça brilhe no mundo", afirmou ele, sem dar mais detalhes.

(Reportagem de Emma Farge)