China lança novo índice de valores tecnológicos na bolsa de Xangai

Cerimônia de abertura do STAR Market, índice tecnológico da Bolsa de Xangai, em 22 de julho de 2019

A China lançou, nesta segunda-feira, um novo índice de valores tecnológicos na bolsa de Xangai, o equivalente do Nasdaq americano, com o objetivo de competir com os Estados Unidos.

Esta é uma das principais reformas do mercado acionário chinês, com o qual o país quer favorecer as novas tecnologias e produtos de alto valor agregado, em meio a uma guerra comercial com Washington.

O novo índice, chamado STAR Market, facilita a entrada no mercado de ações de empresas tecnológicas para obter capital e, assim, financiar seu desenvolvimento.

Também busca manter na China continental as empresas tecnológicas mais valiosas diante da concorrência dos Estados Unidos.

Gigantes da tecnologia chinesa, como Alibaba (comércio on-line) e Baidu (mecanismo de busca), estão listados em Wall Street há anos. Por outro lado, a Tencent (internet) escolheu a bolsa de valores de Hong Kong.

Em comparação com as 3.000 empresas atualmente listadas no Nasdaq de Wall Street, seu equivalente em Xangai tem apenas 25 no momento, sem nomes conhecidos.