China parabeniza Biden por sua vitória eleitoral

·1 minuto de leitura
Eleitores celebram diante da Casa Branca, em Washington, DC, em 7 de novembro, após o anúncio da vitória de Joe Biden na eleição presidencial americana
Eleitores celebram diante da Casa Branca, em Washington, DC, em 7 de novembro, após o anúncio da vitória de Joe Biden na eleição presidencial americana

A China enviou nesta sexta-feira (13) felicitações a Joe Biden por sua eleição como presidente dos Estados Unidos, quase uma semana depois do anúncio da vitória do candidato democrata.

"Respeitamos a escolha do povo americano. Enviamos nossas felicitações a Biden e a (vice-presidente eleita, Kamala) Harris", declarou o porta-voz da diplomacia chinesa, Wang Wenbin.

Muitos líderes mundiais parabenizaram o ex-vice-presidente de Barack Obama ainda no dia 7 de novembro, quando a vitória foi anunciada, mas a China aguardou até esta sexta-feira para reconhecer sua vitória, alegando que desejava aguardar os resultados definitivos da eleição.

O presidente Donald Trump não admitiu a derrota.

O porta-voz do ministério chinês das Relações Exteriores reiterou nesta sexta-feira que o resultado da eleição americana seria "confirmado de acordo com as leis e procedimentos em vigor nos Estados Unidos".

A lentidão da reação chinesa pode levar alguns analistas a acreditar que Pequim apostava na reeleição de Trump, percebido na China como alguém que enfraqueceu seu país e o Ocidente, apesar de ter contribuído amplamente para enfraquecer as relações entre as duas potências, ao iniciar, por exemplo, uma guerra comercial.

tjx-bar/pz/mar/es/fp