China promete continuar com estratégia de 'limpeza dinâmica' da Covid

PEQUIM (Reuters) - A China continuará com sua abordagem de "limpeza dinâmica" para os casos de Covid-19 assim que surgirem, disseram autoridades de saúde neste sábado, acrescentando que as medidas devem ser implementadas com mais precisão e atender às necessidades das pessoas mais vulneráveis.

A estrita abordagem de contenção de Covid do país ainda é capaz de controlar o vírus, apesar da alta transmissibilidade por variantes e portadores assintomáticos, disse um funcionário da Comissão Nacional de Saúde da China em entrevista coletiva.

A política de zero Covid da China inclui bloqueios, quarentena e testes rigorosos, destinados a impedir a propagação do coronavírus.

Questionado se haveria uma mudança de política no curto prazo, o funcionário de controle de doenças Hu Xiang disse que as medidas da China são "completamente corretas, bem como as mais econômicas e eficazes".

"Devemos aderir ao princípio de colocar as pessoas e as vidas em primeiro lugar, e a estratégia mais ampla de impedir as importações externas e internas", disse ela.

O briefing ocorreu após uma semana em que os mercados subiram na esperança de que a China relaxasse as restrições, impulsionados ainda mais na sexta-feira, quando um ex-funcionário de controle de doenças disse em uma conferência bancária que a China faria mudanças "substanciais" na política de COVID nos próximos meses.

(Reportagem de Ryan Woo em Pequim e David Kirton em Shenzhen)