China suspende voos com o Reino Unido

·1 minuto de leitura
Funcionárias de companhia aérea no aeroporto internacional de Hongqiao, em Xangai

A China anunciou nesta quinta-feira a suspensão dos voos com o Reino Unido, após a detecção de uma nova variante do coronavírus no país.

"Pela natureza excepcional da mutação do vírus e seu potencial impacto, a China suspendeu os voos com o Reino Unido depois de fazer uma sólida avaliação", anunciou o ministério chinês das Relações Exteriores.

País que enfrenta uma nova onda de contágios devido a esta nova cepa, parcialmente de volta ao confinamento e isolado pela decisão de vários países de cortar as conexões, o Reino Unido registra um dos balanços mais duros da pandemia, com mais de 69.000 mortes.

A China, onde o novo coronavírus surgiu há um ano, conseguiu controlar a pandemia em seu território. O país fechou as fronteiras em março e reduziu consideravelmente os voos internacionais, antes de reabrir aos poucos as fronteiras a partir do verão (hemisfério norte, inverno no Brasil).

Quando a segunda onda do vírus começou a ser sentida na Europa, em novembro, a China voltou a fechar as portas e proibiu a entrada de estrangeiros de vários países ou condicionou a entrada de passageiros à apresentação de um teste diagnóstico negativo realizado 48 horas antes do embarque.

ehl-bar/at/bl/zm/fp