Agentes federais são investigados por fazer 'selfies' com neto de Trump

Nova York, 16 mar (EFE).- Dois agentes federais dos Serviços Secretos estão sendo investigados por terem divulgado nas redes sociais fotografias nas quais aparece um neto do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, segundo informam nesta quinta-feira veículos de comunicação locais.

As imagens foram publicadas durante o final de semana, quando os dois agentes, cujas identidades não foram reveladas, tinham sob sua responsabilidade a proteção de Donald III, o filho de oito anos de Donald Trump Jr. e sua esposa Vanessa, de acordo com o jornal "New York Post".

As fotografias foram feitas pelos agentes enquanto o neto do presidente americano se encontrava adormecido no interior de um carro no qual se transferiam do condado de Westchester até a cidade de Nova York.

O menino, um dos cinco filhos do primogênito do magnata nova-iorquino, relatou o ocorrido à sua mãe, que transferiu suas queixas à direção dos Serviços Secretos, que logo abriu uma investigação, segundo o portal "Mother Jones".

"Estamos cientes de um assunto relacionado com dois agentes e um de nossos protegidos. Vamos revisar cuidadosamente o ocorrido para determinar os fatos e assegurar que se cumpram sempre os protocolos", disse um porta-voz dos Serviços Secretos dos EUA. EFE