'Óleo de sarjeta’ se espalha na comida de rua da China


Comer frituras em algumas barracas de rua na China é um hábito dos moradores e atrai muitos turistas. O que muitos desconhecem é o ‘mercado negro do óleo’, que serão vendidos para os cozinheiros das ruas. Os operários do esquema vão em lixeiras, calhas e esgotos para encontrar lixo (sólido ou líquido) que tenham gordura usada.

Leia também
Explosão em frente à sede de partido deixa 1 morto e 8 feridos na China

Centenário de Albert Camus: um visionário com o futuro interrompido


Com isto, o material é processado, que é transformado em óleo de cozinha. Vendido mais barato para os comerciantes, que não cobram muito pelas comidas nas ruas chinesas. A Radio Free Asia mostra em vídeo como um casal de vendedores de óleo trabalha. Apesar da prática ser ilegal, o óleo é muito difundido entre os comerciantes.

O óleo de sarjeta contém diversas substâncias cancerígenas, mas as autoridades chinesas não conseguem conter o esquema que está bem distribuído pelo país.