Covid-19: China vacinou mais de um bilhão de pessoas de maneira completa

·1 minuto de leitura
Foto: Feature China/Barcroft Media via Getty Images
Foto: Feature China/Barcroft Media via Getty Images
  • Contingente de vacinados no gigante asiático passa de 70% da população local

  • Novo coronavírus foi detectado pela primeira vez no país, na cidade de Wuhan, no fim de 2019

  • Para conter vírus, país adotou adoção de medidas rígidas incluindo testagem em massa e fechamento quase total das fronteiras

O governo da China anunciou nesta quinta-feira (16) que o país já vacinou de maneira completa mais de um bilhão de pessoas contra a covid-19, o que representa mais de 70% de sua população.

O país de maior população do planeta (1,4 bilhão de habitantes), onde o coronavírus surgiu no fim de 2019, distribuiu 2,16 bilhões de vacinas, informou um funcionário do ministério da Saúde.

Leia também

A China, primeiro país afetado pela pandemia, também foi o primeiro a sair da crise na primavera (hemisfério norte, outono no Brasil) de 2020, após a adoção de medidas radicais, especialmente testes em larga escala e o fechamento quase total de suas fronteiras.

O país ainda registra focos esporádicos limitados, como nos últimos dias na província de Fujian (leste), com quase 50 casos por dia.

O balanço oficial de mortes por covid-19 na China é de 4.636 pessoas.

Vacinas locais predominam

(Arquivo) Enfermeira com uma dose da vacina do laboratório Sinovac Biotech contra a covid-19 (AFP/STR)
(Arquivo) Enfermeira com uma dose da vacina do laboratório Sinovac Biotech contra a covid-19 (AFP/STR)

O país iniciou a vacinação no fim do ano passado, principalmente com duas vacinas aplicadas em duas doses e desenvolvidas pelos laboratórios Sinovac e Sinopharm.

A taxa de eficácia dos fármacos, no entanto, provoca perguntas, especialmente ante as variantes mais resistentes como a delta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos